1. Home
  2. Fórum
  3. Geral
  4. Oceanasia



Oceanasia

07/06/2017 15:26:47
Independente de cassação, de continuidade do Temer ou do Rodrigo Maia, o fato é que o mercado já precificou que nada parece querer mudar a trajetória assumida em 2016, quando isso aqui quase caminhou para virar uma espécie de MegaVenezuela.
Só uma vitória petralha em 2018 (hoje altamente improvável) pode trazer a perspectiva à lona.
Seguir-se-á com a programação de reformas (ainda que meia boca).
E pau no gato.

#economia
Expandir   Gostei
 3
   Não gostei
 0
atlético
07/06/2017
17:26:56
se cassar é eleição indireta.
os candidatos com chance de ganhar são:
1) Rodrigo Maia
2) Nelson Jobim
3) Tasso Jeressait
Onde está exatamente o problema? Qualquer um dos três é superior ao Michel.
Gostei
 0
   Não gostei
 0
encostado
07/06/2017
17:29:58
Hipótese 1) a chapa é cassada, mas ficam enrolando com protelações até novembro. Nesse caso fica uma agenda quase parada no congresso, com o Meirelles de 1o ministro de fato, tentando tocar alguma coisa com as bancadas do DEM/PSDB. Aí em novembro cai e um presidente novo assume em dezembro ou janeiro pra um tampão de 1 ano.

Hipótese 2) a chapa não é cassada, e fica o Meirelles de 1o ministro até o ano que vem, com o Temer de Rainha da Inglaterra.

Hipótese 3) renúncia. EncostAsia considera remota esta hipótese, abaixo de 10%.
Gostei
 1
   Não gostei
 0
Odonto
08/06/2017
06:03:38
Não estou otimista,vejo tudo muito negro

Não tem reforma,e nem vai haver no próximo governo,vai ganhar um comunista(Lula,Marina ou Ciro) ou um estatista(Bolsonaro)...os populistas dominam a cena

Não teremos um estadista eleito ano que vem,e só quem faz reformas são estadistas

As coisas poderiam mudar se o Dória fosse lançado,mas o PSDB vai sair de Alckmin para perder mais uma vez

Dória poderia sair do PSDB e fundar um partido(foi como Macron fez em França),mas teria que haver algum cisne negro que abatesse Bolsonaro,que hj está consolidado como segundo lugar nas pesquisas e como o candidato anti-esquerda

Devem se lembrar que Macron foi beneficiado pelo escândalo da esposa de Fillon(ela era funcionária fantasma num cargo público)...não fosse isso,Fillon seria o presidente da França hj

Portanto é improvável uma eleição de Dória,não é impossível,mas improvável

Em 2018 vai ser um comunista contra um estatista anti-mercado e anti-reformas
Gostei
 2
   Não gostei
 0