1. Home
  2. Fórum
  3. Geral
  4. Bom ponto levantado



Bom ponto levantado

05/05/2017 13:13:00
E a discussão é velha..
Quão próximos devemos estar/saber das empresas que temos em carteira..
Acho que o necessário é o básico: como gera caixa, nivel de financiamento, -- riscos macro e micro do setor -- saber o que houve nas assembleias anuais e só.

Se aprofundar demais, ler todas as rubricas, notas explicativas, webcasts, entrevistas, ir em reuniões da Apimec, investor days, tentar participar da gestão, propor recompras etc, sinto, não é papel para investidor geral pessoa fisica..
Não vejo como pode tudo isso pode gerar excessos de retornos consistentes para o average buy n holder guy..

Mas acho que o mais importante (e mais dificil tb) não é nada disso acima, simplesmente é conhecer/estudar as pessoas que dirigem e controlam a empresa, ter opinião formada sobre essas pessoas ou grupos antes de entrar numa empresa, saber seu histórico de gestão. Esse ponto acho q faz a diferença. Pessoas, não empresas.


#acoes
Expandir   Gostei
 2
   Não gostei
 0
willscs
05/05/2017
13:42:37
Os webcasts são bem legais geralmente, te passam uma visão do setor e da empresa diferente, "de dentro", gosto bastante de acompanhar.
Gostei
 3
   Não gostei
 0
md5
05/05/2017
13:54:45
Assinante Oceans14
apimec eh bom... boca livre

dou uma lida nos releases 1 ou 2 vezes no ano e soh... o resto do tempo, uso pra ganhar dinheiro by myself
Gostei
 2
   Não gostei
 0
Malandro
05/05/2017
14:12:49
Assinante Oceans14
Deve ter uns bons pra entender o setor, mas acho q na maioria é jogação de confetes, quando tá bem, e um monte de desculpas, qdo tá ruim, auxilio pra bater em retirada da empresa não vai achar ai, pelo contrario, dependendo da retórica pode fazer estragos no julgamento, IMHO.
Gostei
 1
   Não gostei
 0
Especuloide
05/05/2017
14:29:24
Assinante Oceans14
No caso prbc, um monte de "cabra" bom especialista em caçar mosca (e o elefante que se fôda), se deslumbrou com os números e achou que ela era a small cap da vez ( ia duplicar de valor em 1 ano), meteu o pé e nem deu bola com o tamanho da dela ou sequer com seu volume de negociações pífio (o elefante era magro) .

As variações de preço (sobe 40% num dia e desce 13% no outro) eram irrelevantes - o importante eram os bons fundamentos da empresa.

Não adianta muito enfeitar para chutar no gol e mandar a bola pra fora.
Gostei
 2
   Não gostei
 0
Malandro
05/05/2017
14:41:11
Assinante Oceans14
Eu sou um pouco direto, passou anos ensinando para seus alunos que VPA só é valido pra banco, abaixo do VPA é barato, até que veio a proposta de OPA de um banco e pluft.
Gostei
 1
   Não gostei
 0
Malandro
05/05/2017
14:45:10
Assinante Oceans14
O valor do banco é confiança, o Unibanco que diga.
Gostei
 1
   Não gostei
 0
Especuloide
05/05/2017
14:58:16
Assinante Oceans14
E esse romance criado de "empresa boa" ou "empresa ruim" para o minoritário é blablablá puro - empresa não abre capital pra enriquecer acionista, abre para captar dinheiro a custo mais baixo (ou menos alto). E logo aqui que se para abrir capital é caro, as despesas com manutenção dela aberta não são poucas - já pensou ter que manter gente na contabilidade só para manter em dia a punhetação digo documentação, interminável solicitada pela Cvm ?!? É um pé no saco e um tiro na carteira - sem falar em ter que aguentar conversa mole de minoritário formado em serviço social querendo "piruar" na empresa.

Não precisa mais de acionista fecha o capital mesmo e ponto final - vide o que a Arcelor fez com a Acesita, Belgo e CST.

Historinha de empresa boa ou ruim para o minoritário é semente de girassol para papagaio - eles adoram....
Gostei
 3
   Não gostei
 0
Struggle
05/05/2017
16:25:09
Assinante Oceans14
Especulóide destruidor de mitos minoritários
hehehe
Gostei
 2
   Não gostei
 0
Especuloide
05/05/2017
16:28:25
Assinante Oceans14
É, eu não tenho muito saco com esse povo minoritário não.
Imagem
Gostei
 0
   Não gostei
 0
Struggle
05/05/2017
16:43:48
Assinante Oceans14
Já dizia o quark.
Pobre é uma desgraça.
hahaha
Gostei
 2
   Não gostei
 0