1. Home
  2. Fórum
  3. Geral
  4. Saída de empresas (sempre ela)



Saída de empresas (sempre ela)

10/05/2018 21:48:20
O que mais tem no mundo financeiro são sites com dados (esse incluso) auxiliando o investidor a escolher o que comprar..o que não existe ainda é site financeiro auxiliando (de forma coerente) o que vender. O @rfalci esta correto, dentro do método de B&H esse é o calcanhar de Aquiles.

Alguns casos:

A maioria aqui veio com experiências de outros sites financeiros, posso falar, as empresas que hj falam que era "no brainer" a saída "perto" do topo (-15%-20%), no real momento não foi, siderúrgicas e miner, USIM, CSN, VALE em 2010 e centenas de fotos de lego percorrendo os fóruns, ELPL em 2012, e a famosa frase que São Paulo ia ficar sem luz, centenas de fotos de velas percorrendo os fóruns, mesmo ETER e seu caso do AMIANTO ...tudo isso enquanto o preço mergulhava e balanços davam uma estremecida mínima..

Os problemas de cada empresa foram e são amplamente divulgados, o problema esta em discernir o quanto aquilo vai prejudicar a empresa e principalmente o preço. p.ex. Cielo sempre foi risco regulatório e concorrência..desde sempre e justamente isso tá pegando recentemente.

UGPA choveu dinheiro pra dentro, enquanto PETR não estava alinhada internacionalmente no combustível, recentemente acabou a mamata.

AMBEV é concorrencia..sim! Dos dois lados da moeda, se pais esta voando, a concorrencia de cervejas sofisticadas, vinhos e millennials com vodka e bebidas que pisca cresce, se país tá no buraco, cervejas inferiores e pinga.

Talvez estudar os short sellers possa nos ensinar a aprimorar essa habilidade de saida de empresa, talvez..

Mas uma coisa eu tenho certeza, se quiser proteger os ganhos da escolha certa de compra de uma empresa, vc terá que aprender um método completamente diferente de Buy and Hold para saída.

#acoes
Expandir   Gostei
 8
   Não gostei
 0
md5
10/05/2018
22:02:53
Assinante Oceans14
pessoalmente, nem esquento a cabeça com esse negócio de vender... Mas minoria eh assim
Gostei
 3
   Não gostei
 0
rfalci
10/05/2018
22:04:46
Assinante Oceans14
Também não esquento. Já sei que se tiver que sair vou levar ferro.

Esse é um dos motivos pelos quais sou muito mais criterioso para entrar atualmente e para velhice penso em ter muito mais FII que ações.

Esse é um dos motivos pelos quais muitos sites investem apenas nos iniciantes, pois os velhos já colecionaram ferros e não se deslumbram com frases de impactos emocionais e vídeos engraçados.
Gostei
 4
   Não gostei
 0
Atlético
10/05/2018
22:07:16
Assinante Oceans14
vender caindo é mais fácil.

vender subindo é o lance.
Gostei
 5
   Não gostei
 0
rfalci
10/05/2018
22:10:04
Assinante Oceans14
Para vender subindo tem que ter uma estratégia muito clara e ver a coisa como um trader. Porque se for no BH chiita com essa baboseira de não ver cotação e não avaliar resultados a única certeza é o ferro. A vantagem de não avaliar resultados é que fica pobre feliz, que é muito melhor que um pobre triste
Gostei
 4
   Não gostei
 0
mantovam
10/05/2018
22:20:52
Assinante Oceans14
Entrei na petro a 13 e sai a 22.5.

Quando ela voltou a 20.3 me achei o foda..

Um mês depois ela está lá nos 26...

Ahhahaha
Gostei
 3
   Não gostei
 0
md5
10/05/2018
22:44:15
Assinante Oceans14
pé trocado hoje, pé trocado amanhã, pé trocado pra sempre...
Imagem
Gostei
 2
   Não gostei
 0
rfalci
10/05/2018
22:47:34
Assinante Oceans14
Mas pelo ficou feliz por pagar um DARF
Gostei
 1
   Não gostei
 0
Struggle
11/05/2018
08:23:26
Assinante Oceans14
Gostei
 2
   Não gostei
 0
naoeoxi
11/05/2018
09:18:26
Assinante Oceans14
Se tem critério de entrada tem que ter critério de saída..
Mas sair parece que é mais difícil, tem o apego, o medo de estar perdendo algo.
Gostei
 2
   Não gostei
 0
Toluka
11/05/2018
11:50:21
Assinante Oceans14
Sempre pode acontecer uma catástrofe, mas penso que uma empresa de verdade demora pelo menos uns dois balanços para confirmar que está na hora de sair. E dois balanços viram 8 ITR´s, o que é tempo suficiente para avaliar o case e a reação do mercado, e atuar para diminuir o prejuízo.
Mas nessa hora o que pega mesmo é o psicológico da perda. No meu caso o que ajuda é fazer o processo em etapas: primeiro suspender as compras previstas no planejamento anual (quarentena), e após começar a vender aos poucos (saída). Essas vendas são então direcionadas para compras dentro da estratégia que foi previamente definida, como se aumentasse o aporte mensal.
A idéia é: se tem um papel que está andando de lado ou para baixo como resultado de um case que está indo para o vinagre, tem outro que está subindo. Esse que está subindo, dentro do portfólio previamente definido, receberá o resultado da venda do primeiro.
Outra providência que ajuda no emocional é carregar a realização do prejuízo nas declarações de IR (isso para pessoa física) ao longo de vários exercícios, para compensar eventuais vendas com lucro.
Gostei
 2
   Não gostei
 0