1. Home
  2. Artigos
  3. Ações
  4. História do Mercado - Banco do Brasil

Escrito por Malandro    16/05/2017 14:37:22

História do Mercado - Banco do Brasil


Seguindo a pesquisa histórica que estou realizando para construção de um novo índice IB30EW, vou discorrer sobre a história bursátil do Banco do Brasil na Bolsa de Valores de SP, o Banco do Brasil tem capital aberto desde 1.905, mas foi no final de 1.968 que suas ações começaram a ser negociadas na Bolsa de SP.

Conforme vários relatos de investidores que vivenciaram o mercado nas décadas de 60 e 70, o Banco do Brasil foi o protagonista dessa época. As fontes que usei foram os Boletins de Informações Diários da época, coletando informações de cotações, assembleias anuais, bonificações e subscrições de aumento de capital, tudo para ter as peças do quebra cabeça que eu estava louco para montar e responder a questão: quão grande foi a bolha das ações dessa empresa no bull market que estourou no começo da década de 70 e qual foi o impacto para o investidor ao longo dos anos, já que nessa época houve entrada maciça de investidores pessoas físicas.

Um estudo realizado pela Bovespa em 1.979, pesquisou a evolução das receitas das corretoras paulistas desde 1.968, a taxa de crescimento de corretoras independentes em 1.971 foi de 130%, enquanto que corretoras ligadas a bancos cresceram 263%!

Há diversas explicações para a bolha acionária de 70, eu acho que simplesmente foi choque de demanda, por um lado governo incentivando o mercado acionário com medidas como os Fundos 157, entrada de investidores pessoas físicas, e do outro, empresas com pouca oferta de ações. 

Bonificações de 100%, 200% anuais eram corriqueiras somados a 30% a 50% de subscrições de ações, o capital social das empresas subia exponencialmente.


Quadro da evolução capital social da empresa.

Após o término da fase mais aguda desse processo de aumento de oferta de ações, estimou-se que no fim da década de 70, 60% do estoque de ações emitidas das empresas no mercado estaria nas mãos de pessoas físicas, enquanto que 17% do estoque em fundos institucionais (mútuos e fiscais).

Voltemos a empresa, tema do artigo, debutou na bolsa paulista em novembro de 1.968 com o P/L de 1,5, não acredita? Veja a imagem abaixo:


Relatório da Empresa de 1.970.

Iniciou valendo em Bolsa 158 milhões de dólares, decorridos 3 anos e valorização de quase 4.000% em dólares, chegando a 6,4 bilhões de dólares e P/L de 85!

Para se ter uma ideia do poder desse bull market nessa empresa, foi praticamente do mesmo tamanho que o bull 2003-2008, mas com a metade do tempo! Aliás como verá no fim, em 50 anos na Bovespa, foram as únicas 2 altas consistentes (e estupendas) da ação.

No fim do mercado Bull, não teve crash, nominalmente laterizou com viés de baixa, e durante 10 anos a inflação galopante foi comendo o valor das ações. Hiperinflação, Planos Econômicos e Crises se seguiram o que afetou todo o mercado acionário.

Chegamos em outro ponto chave da empresa, no início de 1.996, com um alto nível de inadimplência, a empresa reconheceu um prejuízo bilionário de quase R$8 bilhões e precisou capitalizar essa maciça quantia para readequar seu patrimônio. Com um valor de mercado em torno de US$ 1 bilhão, imagina-se a diluição imposta para quem não acompanhou a chamada de capital. A empresa criou-se 3 tranches de bônus de subscrição com vencimentos distintos e alongados, o primeiro vencia em 2.001, o segundo em 2.006, o terceiro somente em 2.011, a negociação desses bônus foi nesse período uma forma alavancada de operar na empresa em bolsa.

Bom, com essa versão resumida da história da empresa em bolsa, e depois de toda garimpagem de dados, chego a uma estimativa da evolução do preço da ação nesses 50 anos. (Para referência o terminal enfoque possui dados com início em 1.990 até os dias atuais, que conferem com o gráfico abaixo). O trabalho foi identificar a evolução de preços de 1.968 a 1.990 em moeda forte. Não há plataforma gráfica com base de dados de ações anteriores a 1.986.



O resultado amplo dessa ação é um bear market da ação de mais de 30 anos, com seus característicos rallies de alta nesse período.
Discussão, comentários, sugestões de estudos, por favor publique no fórum do site.




Gostou do texto? Cadastre-se no site e começe a seguir o usuário Malandro. Sempre que ele postar um novo artigo, você será notificado.

Para ler outros textos do usuário Malandro, clique aqui.