1. Home
  2. Artigos
  3. Negócios
  4. Servir e enriquecer

Escrito por ali baba    11/04/2017 09:18:49

Servir e enriquecer


Aristóteles dizia “Nós somos o que praticamos. Excelência, então, não é um ato, mas um hábito.”

Domingo passado, num recente momento de descontração em família, quando minha esposa me trouxe um copo d’água sob o olhar das minhas filhas, em tom jocoso eu disse: “estão vendo meninas, aprendam a servir seus maridos”. O que detonou uma série de impropérios por parte da minha senhora, indignada com minha sugestão de que as pimpolhas devessem servir a algum homem.

Aquela reação exacerbada da minha cara-metade reflete não somente uma crença que se espalhou entre as mulheres de que é errado servir aos seus maridos, mas ainda mais alarmante, uma crença da maioria dos seres humanos (sem distinção de sexo) que não devem servir a ninguém, como se isso fosse vergonha ou humilhação.

Meu pai me dizia frequentemente “quem não sabe servir, não merece ser servido” e, embora eu fizesse ouvidos de mercador, aquele mantra acabou impregnado em mim. Na minha vida profissional, instintivamente eu via meus chefes e patrões como clientes preciosos que compravam meu tempo a princípio e, mais tarde, tempo e expertise. Além disso, essas pessoas me ensinavam e tutoravam. Enquanto isso, a maioria dos meus colegas os via como vacas leiteiras que deviam ser ordenhadas até a última gota, antes de forçarem uma demissão para receber a rescisão e a multa do fgts, que viam como direito sagrado.

Bom, como essa última crise nos ensinou, talvez devêssemos ter servido melhor a nossos patrões e chefes, já que hoje são animais ameaçados de extinção.

A atitude de servir com coração, te liberta da servidão. Conseguem entender como isso é sutil? E essa atitude também pode te levar à riqueza.

Sim caro leitor...antes de ter pessoas servindo às suas necessidades, se quiser enriquecer, terá de aprender a servir.

Dizem que Steve Jobs podia ser um belo de um filho-da-mãe com seus funcionários, mas veja como ele aprendeu a servir seus clientes! A experiência Apple é o que é por causa do seu fundador. Ele entendeu o que o cliente queria e como gostaria de ser servido, e pressionou seus empregados até a exaustão para que entregassem exatamente aquilo.

Veja os carros da Tesla. Antigamente ninguém queria um carro elétrico, já que todos eles se pareciam com o Prius, um carro que tem o charme de uma funcionária do INSS. Hoje um Tesla é símbolo de status. Por que? Porque Elon Musk entendeu como servir seu cliente.

Vejamos algo menos glamouroso: a sua padaria favorita. Tem algo mais delicioso que tomar um café da manhã numa bela padaria? O pão quentinho, onde a manteiga surfa delicadamente sobre a fatia recém cortada. O cheiro de café fresco impregnando suas narinas como um “bom dia” que sua mãe te dava aos domingos para te despertar. E aquele serviço de primeira, afinal, não tem pão quente e café que resista a um garçom ruim. Seu Manoel da padaria aprendeu mesmo a te servir...

Todos gostamos de ser servidos, mas apenas aqueles que conseguem se colocar no lugar do outro e servi-lo com afinco, alcançam os reinos dos céus e as glórias mundanas. É por isso que domingo esperei minha mulher terminar com seu rompante feminista e calmamente disse às minhas filhas “sirvam sim aos seus maridos, se quiserem que eles as sirvam, estamos nesse mundo para servir, principalmente a quem amamos. Acaso seu pai não serve a vocês e à família toda?”

Obviamente estar certo não me ajudou muito no resto do domingo com a patroa, mas as meninas entenderam o recado.

Excelência é um hábito, então se torne excelente em servir. Sirva seu semelhante no trânsito ao ceder passagem, ou tentar ser um motorista melhor. Sirva seu próximo sendo cortês mesmo ao receber uma resposta ríspida. E sempre, sempre, tente se colocar no lugar do outro. Essa prática constante te dará a visão além do alcance, e atrairá as pessoas para você, como um ímã, e isso, caro leitor, é um ativo que não tem preço.

Essa é uma das chaves da riqueza que vai além do material. Sirva e enriqueça.

Seu criado,

Ali Baba



Gostou do texto? Cadastre-se no site e começe a seguir o usuário ali baba. Sempre que ele postar um novo artigo, você será notificado.

Para ler outros textos do usuário ali baba, clique aqui.



Comentários


Ainda não existem comentários para este artigo.