1. Home
  2. Artigos
  3. Nutrição e Boa Forma
  4. Duas coisas para todo homem saber sobre sua próstata

Escrito por rfalci    20/03/2017 21:00:46

Duas coisas para todo homem saber sobre sua próstata


Colaborou: Dr. Renato Falci Júnior, urologista do HC daFaculdade de Medicina da USP. 


Homens geralmente não gostam de ir ao médico. Imagina ainda ler um longo artigo sobre saúde... Então vamos direto ao assunto: são duas as doenças da próstata que todo homem deve conhecer:

1 – A Hiperplasia (ou crescimento) benígno da próstata: é a mais frequente. Potencialmente ocorre em algum grau em todos os homens a partir dos 40 anos. Seu crescimento, bem como os sintomas correspondentes, são progressivos e variáveis para cada indivíduo até que, com 60 anos, metade dos homens tem algum sintoma relacionado ao seu crescimento benigno. Os principais são: jato fraco, sensação de micção incompleta, gotejamento terminal, micção intermitente, frequência aumentada de micções, inclusive à noite, sensação de urgência para urinar, eventualmente com perdas, infecção urinária e, mais raramente, sangue na urina. O tratamento é escolhido de forma específica para cada caso e é feito pelo urologista. Pode variar desde observação clínica, medicamentos e até cirurgia que, na maioria das vezes, pode ser feita de forma endoscópica, isto é, sem corte. 

2 – Câncer da próstata: é uma doença cuja incidência aumenta com a idade e sua pesquisa deve ser feita independente de sintomas pois, quando estes aparecem, pode ser tarde demais para se obter cura desejada. Estima-se que, a cada ano, 15 milhões de casos de câncer de próstata sejam diagnosticados no mundo, considerando-se apenas os indivíduos que têm acesso à saúde. Na maioria dos países recomenda-se o início do rastreamento (check up) a partir dos 50 anos e a partir dos 40, para os homens que têm história desta doença na família. São dois os exames feitos para seu rastreamento: o PSA (antígeno prostático específico), feito pelo sangue e o exame clínico do toque retal. O PSA é baseado no conhecimento de que a célula cancerígena produz mais PSA que a célula normal, cerca de 10 vezes. Portanto, sua elevação serve de sinal de alerta. Com o toque retal, o urologista pode palpar nódulos na próstata, que também são suspeitos para câncer. Havendo suspeita em um dos exames, pede-se a biópsia, que pode ser antecedida, facultativamente, por uma ressonância magnética. O tratamento do câncer inclui uma série de modalidades, sendo a mais conhecida a cirurgia, que não entraremos em detalhe neste texto. 

Cumprindo o objetivo deste artigo de ser curto e direito, espero ter passado a mensagem da importância de se conhecer essa glândula que, de alguma forma parece trabalhar como uma bomba relógio nos homens.



Gostou do texto? Cadastre-se no site e começe a seguir o usuário rfalci. Sempre que ele postar um novo artigo, você será notificado.

Para ler outros textos do usuário rfalci, clique aqui.



Comentários


Ainda não existem comentários para este artigo.