1. Home
  2. Artigos
  3. Ações
  4. Ações, Opções e os Special Snowflakes

Escrito por quark    15/02/2017 21:48:40

Ações, Opções e os Special Snowflakes


O mercado de ações, mesmo no Brasil, sempre me pareceu uma boa opção de investimento. As opções de compra e venda vêm na sua esteira como simples instrumento para potencializar o retorno que pode ser obtido nessa categoria. Uma das razões, dentre várias, está na certeza absoluta que quase todos os outros participantes têm de ser o melhor investidor do mundo. Não você, leitor, que está imune a essas coisas... os outros investidores.

Numa conversa com um amigo discutimos o termo em inglês “special snowflakes” (sim, é mais chique em inglês, dá um toque moderno, descolado, como aqueles nomes de condomínio em São Paulo). Nossos floquinhos são definidos como alguém que tem certeza de estar fazendo algo novo, diferente, “uber-hype”, mesmo fazendo algo que todo mundo também faz, eque o mundo não sabe o que está perdendo por não prestar mais atenção nele do que nos outros, embora seja, se comporte e faça tudo exatamente como todos os outros. “En passant” (sim, agora em francês), um deslumbrado dos infernos.


Isto posto, qual o impacto no mercado de ações e opções? Este aparece no momento em que o investidor começa a colocar a vaidade na frente do racional e entrega seus retornos só pra não perder o jogo,não dar o braço a torcer, porque calculou o épsilon-gama da função de “Whitin-Mirror”de uma maneira tão fodástica que o próprio Richard Feynman sairia tocando seus bongôs por aí como um tresloucado... Transposto ao mercado de opções o efeito é simples: aumenta o Valor extrínseco. Sim, o argumento é que você pode ter uma vantagem simplesmente porque o outro lado do livro de ofertas se acha um “special snowflake”. Considere a hipótese desse argumento valer para o mercado de ações,cheio de papas, personagens e criaturas míticas que você encontra nas capas da Forbes e outros hebdomadários tanto nacionais como do além mar. 

Imagine que vai fazer uma operação de taxa, ou seja, comprar ações e vender opções dentro do dinheiro. A única coisa que realmente interessa é o retorno financeiro que vai ter nessa operação naquele período específico. Como compor a carteira, quais limites usar para entrar ou sair da operação são outros assuntos. Não olhe pra mais nada, não se importe se a ação subiu ou caiu no minuto seguinte, nem se a taxa subiu repentinamente de um dia pro outro e você pegou uma menor. Nada disso é relevante, apenas o retorno no período dado um determinado risco! Vou considerar aqui que você sabe a hora de sair do jogo, a inconstância do mercado de ações e como operar opções. Caso não saiba, aqui você vai aprender. Eu tenho certeza que negociar opções no Brasil é, em parte, mais fácil, pois a liquidez é menor que em mercados maduros. Você não leu errado, a menor liquidez implica em um jogo menos justo, não tão preciso, um mercado não tão eficiente. Aqui, amigo leitor, é aparte em que você deve fazer o simples. Lembre-se que a taxa de juros é alta,mas qualquer coisa acima de 1% no mês é muita coisa. E obviamente os riscos estão lá.

Para venda coberta de opções fora do dinheiro,bem longe, vale a mesma regra. O tempo e as taxas de juros são nossos amigos. Oque se entrega de valor extrínseco é bastante coisa pra quem tem ação. Se não confia em mim dê uma olhada naquele famoso modelo de Black, Scholes e Merton e confira as volatilidades implícitas das opções. Compare os resultados com o mundo real. Pra quem é mais dedicado, dê uma olhada no sorriso de volatilidade  de opções com liquidez maior (Petrobras?). E atenção, o risco maior é quando as taxas parecem estar absurdamente grandes, não o oposto. Nessa hora é que você pode se dar mal. 

Este assunto é longo e tem muitas variáveis, no entanto o conceito é esse. Os desdobramentos como calcular corretamente as taxas, os valores futuros a tempo presente, volatilidades e outros aparecerão naturalmente. 

Nossa vantagem é não sermos special snowflakes.  



Gostou do texto? Cadastre-se no site e começe a seguir o usuário quark. Sempre que ele postar um novo artigo, você será notificado.

Para ler outros textos do usuário quark, clique aqui.



Comentários


Ainda não existem comentários para este artigo.