1. Home
  2. Artigos
  3. Carreira
  4. Demissão

Escrito por fogo    31/01/2017 18:28:09

Demissão


Falar de como demitir, ou do porque de, num país que idolatra a CLT, é ser taxado de fascista.

Bom, todo mundo é taxado de fascista por qualquer coisa aqui, mas tudo bem. 

Depois falo da minha opinião sobre um café que se propunha a que cada um pagasse o que pudesse pelo café até descobrir que as contas não fechavam.

A questão é que todos falam sobre o que fazer quando você é demitido, sobre como se proteger, se defender, evitar... Mas não sobre como demitir alguém, e como tomar uma decisão correta. 

Porém, isso é o fardo de crescer numa carreira corporativa. Tenha culhão pra demitir. É a tarefa que ninguém quer. E que vão passar para alguém que levante a mão e fale, ok, eu faço o trabalho sujo.

Desta forma, como demitir?

Primeiro de tudo, obviamente esta tem que ser uma decisão objetiva, e não baseada em sentimentos. Tive um chefe uma vez, que sob a pressão de demitir alguém, escolheu o da equipe que não tinha família, pois este não teria que arcar com tantos custos demitidos e poderia ter um colchão maior até conseguir uma recolocação. Todos os outros já eram casados, e alguns com filhos já. Este foi o critério de corte. Bom, isso já diz muito sobre como evitar ser demitido. Tenha uma família.

Segundo, ajuda ter experiência no assunto. Eu sei, é fácil falar, mas lembre-se de ter culhão e assumir a tarefa ingrata.. Tenho um colega que era gerente de um  segmento de uma empresa que passou por uma redução na área. Em um ano o setor reduziu de 250 para zero. Aos poucos. Ele demitiu todos. Um por um. Hoje em dia tira de letra. A vantagem colateral do processo é que ele percebe no ar quando a demissão tá perto dele. Ou seja, demita para evitar sê-lo.

A terceira coisa é não procrastinar o processo. Olha, confie no seu instinto. Você toma uma decisão, ela está feita. Depois lide com ela com seu analista. Uma gerente de RH uma vez me falou que a maioria das pessoas tomava a decisão de demissão no começo do mês, mas esperava o fim do mês, no dia do corte para a efetiva demissão.

Por último, lembre-se: você não está terminando um namoro, um noivado, um casamento. Não faça promessas, não diga que a culpa é sua, da empresa, do trump. Já deu pra ver que tenho vários amigos, cada um com uma experiência. Pois é, um deles, nervoso na hora de demitir, entrou numa de falar que realmente era injusto, que ele não concordava mas que ele tinha que demitir etc. Resultado, ele e a empresa tomaram um processo trabalhista nas costas. Pelo mesmo motivo, este não é também um lugar para lavar roupa suja. Se você tem algo contra a pessoa a ser demitida, esta não é a hora de expor a pessoa, quanto mais você.

Concluindo, entenda que em um mundo competitivo este é um processo normal de qualquer empresa, e que devemos estar preparados para tomar decisões objetivas em momentos delicados, que vão afetar famílias, que em alguns casos podem ser amigas de suas famílias. Então o último conselho é: saiba separar amizade de colegas profissionais. Colega que tive, após uma demissão durante um downsizing da empresa, teve que lidar com o isolamento de sua esposa, pois a mulher do demitido era da roda de amizade dela.

Obviamente, todas estas dicas valem se você está em posição de demitir alguém. No próximo artigo conversamos sobre como atuar para evitar uma demissão.


Gostou do texto? Cadastre-se no site e começe a seguir o usuário fogo. Sempre que ele postar um novo artigo, você será notificado.

Para ler outros textos do usuário fogo, clique aqui.